16 de abr de 2009

Identidade

Nossa identidade está diretamente relacionada com nossa história de vida. Eu cresci sabendo quem eram meus pais, minha família, de onde vim, coisas que para a maioria de nós é normal.

Morar aqui está me fazendo querer aprender mais sobre a história do país também e foi através de uma palestra sobre teatro que aprendi um pouco mais sobre um assunto extremamente difícil para o povo daqui.

Na época do Golpe Militar na Argentina (assunto que merece uma postagem própria), entre os anos de 1975 e 1980 os militares que estavam no poder mantiam as mulheres grávidas vivas apenas enquanto não ganhavam os bebês, após se apropriavam das crianças e as criavam como se fossem seus filhos.

Uma organização muito forte daqui, as Abuelas de la Plaza de Mayo é um grupo que busca os netos desaparecidos da época da ditadura. Com o objetivo de ajudá-las, surgiu a quase 10 anos o Teatro por la Identidad, um teatro político, que conta histórias na maioria das vezes verídicas sobre pessoas que descobriram após a vida adulta que eram um destes desaparecidos.

Me emocionei demais ouvindo de uma da fundadoras do teatro os relatos de jovens que através das peças representadas pelo grupo, resolveram buscar a organização, descobrindo assim sua verdadeira identidade.

É por isso que cada vez mais me apaixono pelo teatro, como arte e como transformador social!






2 comentários:

  1. Zizona, muito bom os teu posts. Já li um par deles e sao quase iguais aos meus rascunhos que tenho no meu caderno pro blog... hehehehe, claro, os que se referem às coisas da cidade.

    Em particular, amei esse último sobre as avuelas da Plaza de Mayo. Coisa boa aprender e aprender mais. Pena ser tao triste a história desse país que acolhe ao menos as brasileiras (hahahha) tao bem.

    ResponderExcluir
  2. Mazah mulher!
    Com certeza tu vai se apaixonar ainda mais pela riqueza cultural que os hermanos oferecem.. qnto aos posts parabens e espero outros mtos!

    Sucesso Guria!

    Carlos (Papa)

    ResponderExcluir