29 de dez de 2009

Saudades

Voltei pro Brasil no dia 20 e nada melhor que estar com a família, ainda mais nessa época de festas. Mas mesmo assim já sinto um pouco de saudades da minha vidinha em Buenos Aires!! Das caminhadas, dos cafés, das atividades culturais, dos alafajores e faturas e até da poluição e do barulho!
Mas cheguei a uma conclusão: entre minhas muitas descobertas esse ano em Buenos Aires, certamente as mais importantes foram minhas novas amizades! Tive sorte de encontrar gente linda no meu caminho em todos os lugares que fui, no pós, na aula de tecido, na casa onde moro e um grupo maravilhoso de brasileiros. Sei que é disso que vou sentir mais falta nesse tempo em estarei aqui em POA, mas o consolo é que vou voltar e eles estarão lá me esperando!!
Ano que vem mais descobertas me esperam em Buenos Aires!!
Feliz 2010 a todos!

17 de dez de 2009

Kioscos

Quem já visitou Buenos Aires ou vive aqui sabe da importância dos Kioscos na nossa vida!! Para mim é algo tão comum que nunca tinha pensado em fazer um post sobre eles, mas conversando com um amigo percebi que quase ninguém sabe o que é. Usando a comparação do meu amigo Denis, kiosco é quase uma dessas lojinhas de conveniência que tem nos postos de gasolina já que se encontram muitas coisas pra  vender aí. De qualquer maneira não se pode comparar os esses dois estabelecimentos, já que os kioscos tem um estilo todo própio, a maioria das vezes bem mal cuidado, mas que faz parte da cultura Argentina.

Em qualquer parte da cidade que tu vá existe um ou mais kioscos, são como uma praga estão por tudo. Inclusive gostaria de entender como sobrevivem com tanta concorrência, só na frente da minha casa tem esses dois (um do lado do outro):


Nesse caso se vê pela foto as diferenças, um deles é muito simples, com as instalações antigas onde um senhor bem velinho atende o lpúblico. O outro reformado a pouco tempo, é amplo, moderno e virou ponto de encontro da gurizada que vai acessar a internet. Sim porque a maioria dos kioscos além de vender de tudo um pouco (pancho, refri, creveja, chocolates, cigarros, fazer xerox...) também oferece acesso a internet e locutório (cabines pra fazer chamadas telefônicas).

A maravilha é que vários kioscos da cidade fazem parte de uma rede que fica 24h aberta, ou seja, se bater aquela fome ou vontade de comer doce SEMPRE vai ter um kiosco aberto pra te salvar! Uma das maravilhas da vida porteña!!





Esse é meu preferido, porque apesar de descuidado o senhor que atende é um amor!!

13 de dez de 2009

Mais da série curiosidades...

Sabe quando a gente vai numa loja e olha uma roupa que só tem uma peça, a da vitrine?? Muito simples a vendedorar vai lá, tira a roupa da vitrine e troca por outra certo? Errado! Aqui é diferente. Existe um sistema, meio burocrático diria, onde cada loja tem um dia especial para trocar a vitrine e se tu gosta de uma roupa que está lá tem duas opções: ou deixa um "sinal" pago pra garantir a peça ou volta no dia que eles vão fazer a troca correndo o risco de alguém comprar ela antes que tu. Vai entender...

Mafalda

Um dos maiores símbolos argentinos, a personagem Mafalda tem agora (ja faz um tempo, mas só fui visitá-la hoje) uma estátua em sua homenagem, em frente ao edifício onde viveu  escritor Quino, criador da história. A simpática guria fica o dia todo sentadinha num banco, esperando os turistas, na esquina da rua Defensa com Chile. Foto clássica pra quem tiver de passagem por aqui!!


9 de dez de 2009

Bomba del Tiempo

Toda segunda feira, no Centro Cultural Konex (Sarmiento, 3131) tem o show de um grupo de percurssão chmado Bomba del Tiempo. Tive o prazer de assistí-los na última segundo e recomendo muito pra quem tiver passando pela cidade ou morar aqui. São mais ou menos 10 caras que tocam distintos instrumentos de percussão e que fazer um som com uma energia incrível, arriscaria dizer que são o Olodum Argentino!
O show se transforma em uma festa onde muita gente jovem, argentinos e estrangeiros curtem por mais de duas horas as improvisações dos caras, já que pelo jeito nada é muito ensaiado e criam as músicas na hora. Deixo um vídeo pra quem interessar!!



Bairro Chino

A muito tempo queria conhecer o famoso bairro chino de Buenos Aires. Na verdade não chega a ser um bairro, mas sim uma rua basicamente, onde estão as principais lojas de produtos orientais. O lugar é muito interessante e deve-se ir com bastante tempo, porque cada lojinha e mercado é um mundo de coisas diferentes.



Ontem fui passear por lá com uma amiga, mas não aproveitamos tanto porque aqui era feriado e tinha muita gente, recomendo ir durante a semana com calma. Muitas lojas com artigos orientais (a maioria super barato) e com muitas bugigangas também, as clássicas made in china. Se encontram também os melhores restaurantes de comida oriental por lá, casas de chá e supermercados, que pra mim foi o melhor do passeio.
Entramos na Casa China um dos mercados mais tradicionais de lá e fiquei encantada! Milhares de produtos diferentes, coisas que nunvia vi na vida, da vontade de comprar tudo! Massas, algas, temperos picantes, bebidas, chás. Fora o cheiro de peixe (lá é o melhor lugar para comprar peixe fresco) que incluía mãe dágua e carangueijos, é um lugar onde se pode ficar por muito tempo descobrindo os produtos. Saí de la com uma vontade louca de aprender a fazer comida chinesa!
Na rua se encontra também várias banquinhas onde se pode comprar comidas rápidas, como rolinhos primavera e outras "delícias" como essas aí da foto:



Além dos pés de galinha e de porco caramelados que aparecem na foto o lugar tinham outras iguarias que na verdade, não me animei a provar, hehe. Vale o passeio pela cultura oriental! Bairro Chino: Calle Arribeños entre 2.100 e 2.400.

5 de dez de 2009

Buenos Aires Jazz

Para mim o segundo nome de Buenos Aires poderia ser a cidade dos festivais, mal acaba um já começa outro. Apesar de algumas críticas por parte da maneira que gastam a verba da cultura não posso reclamar: cada evento desses oferece muita coisa boa, tanta que as vezes nem dou conta de aproveitar. Quinta passada começou aqui o Festival Buenos Aires Jazz que dura até terça que vem. Conta com uma programação variada, de musica ao ar livre, jam session em um barzinho tradicional daqui, aulas e espetaculos internacionais com grandes nomes (é o que dizem eu não entendo muito de jazz).
Ontem por convite de uma amiga fui num espetáculo no terraço do Centro Cultural Recoleta. O cenário era perfeito, noite agradável (apesar do friozinho), muita gente e música de ótima qualidade, de graça. Realmente enquanto curtia o momento me dei conta da sorte que tenho de vivenciar a cultura dessa cidade e as muitas coisas boas que ela oferece.
Os dois show que vi eram de estilos bem diferentes, primeiro uma cantora argentina radicada em Nova York que mistura ritmos tradicionais com harmonias de jazz, interessantísimo (http://www.myspace.com/sofiarei ) e o outro era jazz clássico com Jorge Navarro, que é considerado emblema de toda uma geração de "jazzistas" argentinos. Ele no piano acompanhado por contrabaixo e bateria, todos feras! (http://www.myspace.com/jorgenavarrojazz )
Terça no fechamento do festival vai ter a apresentação da Orquesta Nacional de Jazz da França, to muito afim de ver, depois conto como foi! Mas infos sobre a programação no site: http://www.buenosairesjazz.gob.ar/

3 de dez de 2009

La Plata

La Plata é uma cidadezinha que fica a 50 minutos da Capital Federal e é a capital da Província de Buenos Aires (algo como capital do estado para nós). Tive a oportunidade de conhecer um pouco da cidade vizinha quando fui pra um evento sobre gestão cultural. Lá estão concentrados todos os esdifícios públicos da província que junto com a Universidade de La Plata, sustentam a economia da pequena cidade. A população é praticamente de estudantes universitários que vão em busca dos bons cursos que oferece a universidade de lá.
Além de bem arborizada e com muitas praças, La Plata tem alguns atrativos turísticos que valem a visita: Museu de Ciências Naturais (não pude conhecer mas pretendo voltar!) que conta com 21 salas de exposições e conta com mais de 3 milhões de objetosna coleção; catedral a qual tive chance de entrar e é de tirar o fôlego, dizem que é o maior templo neogótico da América Latina.  Passeio barato e diferente pra mudar de ares e sair um pouco do caos da capital!


Foto: Wikipedia