16 de set de 2009

Arte e deficiência


Semana passada fui em uma palestra na Universidade de Palermo sobre arte e deficiencia onde varias pessoas de instituições que trabalham com isso contaram como é possível trasnformar a vida das pessoas com deficiência através da arte. Tivemos vários exemplos como por exemplo um integrante da Sinfônica de Cegos de Buenos Aires, única no mundo composta apenas por artistas cegos, contando como se orgulha de poder viver da música como qualquer outra pessoa com talento e paixão. Além disso, o diretor do Centro Argentino de Teatro Cego, outra novidade, já que propões que o público vivencie obras de teatro e de música na total escuridão, aguçando outros sentidos que temos, muito interessante.
Depois a diretora da fundação Discar, uma fundação que trabalha com diversas crianças e jovens com deficiência através de oficinas de teatro, dança, gastronomia e inclusivo os prepara para inclusão no mercado de trabalho com convênios com algumas empresas.
Dessa fundação saiu a atriz Alejandra que faz a personagem que dá nome a este filme da foto: Anita. O filme conta a história de uma menina com sindrome de down que após um atentado sofrido em uma instituição chamada Amia (mais infos no final do post), sem saber o que aconteceu se perde na cidade.
Uma história sensível e interpretada de maneira maravilhosa pela guria. Junto com a diretora da fundação estava a produtora do filme e foi muito emocionante os depoimentos que deram sobre a experiência de trabalhar com Alejandra e de que maneira ela evoloui como atriz e cativou a todos no set de filmagem.
Deixo aqui os links dos lugares que falei se interessar a alguém:

http://presencias.net/indpdm.html?http://presencias.net/gente/ci00801.html
http://teatrociego.org/

Um comentário:

  1. Hola Ziza, vi la película este fin de semana. Muy emocionante, qué pena que a esa charla de up no fui me hubiera gustado escuchar lo que comentaron de la experiencia de trabajar con Alejandra! Estoy leyendo hasta los últimos recovecos de tu blog, siempre diciendo que no tengo tiempo, y hasta entiendo todo el portugués!!! es que te extraño guria! besotes, Euge (la que mandaba muchos mails)

    ResponderExcluir