12 de abr de 2010

Teatro Colón - nem tudo é lindo como parece!

O Colón é o teatro mais tradicional da Argentina, inaugurado em 25 de mayo de 1908, e palco de grandes espetáculos, representados por nomes importantes da música e do teatro mundial. Tem como uma das principais características o fato de ser um teatro de produção, ou seja, muitas das grandes óperas e obras representadas foram totalmente "montadas" dentro do teatro, escenografia, vestuario, máquinas, maquiagem, tudo!!
Depois de anos fechados por reformas, atrasada por várias brigas políticas, o atual prefeito de Buenos Aires, Mauricio Macri (conhecido por não dar bola pra cultura) anunciou a reabertura do Colón para mayo de 2010, juntamente com os festejos do bicentenário da nação Argentina. Até aí tudo bem...ótima notícia para o povo Argentino, que vê esse teatro como um símbolo de sua cultura.
Mas existe um lado não contado nessa história e que descobri hoje quando vi um documentário realizado por alunos da UBA. Eles mostram a indignação dos trabalhadores do teatro com a reforma, já que grande parte da estrutura original do teatro não foi mantida, comprometendo inclusive a acústica do lugar, segundo os arquitetos escutados no documentário.
O principal medo é que Macri queira transformar o Colón em um teatro para receber grandes obras vindas do exterior, já que grande parte dos "talleres" (locais usados para produção de cenografia, vestuário, etc) foram destruídos na obra, para se transformarem em salas de ensaio, confeitarias e outras coisas. Como dizem: Macri quer transformar o teatro em um shoping.
Escrevo isso como futura gestora cultural, indignada com o descaso para com a cultura por parte de Macri e que espera que novos erros como esse não sejam cometidos! Deixo os links para o documentário:


Um comentário:

  1. oh ziza, investigar por lo del taricco me llevó a esos videos... había escuchado cosas aisladas, y esto compendia todo el material en 3 actos nomás. Indignante, no podía haber algo bueno que este hijo de puta haga por el arte, la cultura y el trabajo de argentinos.
    besitos, e.
    PD: También podés insertar los video en el blog

    ResponderExcluir